São Paulo
 
 
 


 

Dinâmica de crescimento da metrópole

A metrópole tem 39 municípios. que vêm crescendo aceleradamente e de forma desigual desde a década de 70. De 1990 a 2000 os bairros precários ganharam moradores e os com boa infra-estrutura perderam, como mostra o mapa abaixo.

O Centro foi uma das regiões que mais perdeu população. Hoje. apresenta grande número de imóveis ociosos, mas ainda tem a maior concentração de empregos formais e informais. além de ser referência cultural e local de consumo de grande parte da população.

Já as áreas mais afastadas, sem infra-estrutura e oportunidades de trabalho, estão se tornando cada vez mais populosas. Historicamente a atuação do poder público contribuiu para essa situação: até 1997 foram construídas 151 mil habitações populares, 62% na Zona Leste e nenhuma no Centro. Os principais problemas que hoje vivemos na cidade estão relacionados a esse modelo de desenvolvimento.



Dinâmica populacional de 1991 a 2000
dinâmica

Domicílios vagos
Domicílios vagos

Concentração de empregos
empregos

São Paulo centro

1. Centro SP - REPÚBLICA
- 22,7% dos domicílios estão vazios na REPÚBLICA
- 7 mil domicílios
- 30 Min é o tempo médio de viagem por dia1
Foto: Isadora Tsukumo
  São Paulo periferia

2. Periferia SP - GRAJAÚ
- 61 % dos domicílios apresentam alguma precariedade de acesso à infra-estrutura básica (água, esgoto e coleta de lixo) no Grajaú
- 53 mil domicílios
- 54 Min é o tempo médio de viagem por dia
Foto:
Fonte: METRÔ (1997). Pesquisa Origem-Destino in PUC, INPE e POLIS (2000). Mapa da Exclusão/Inclusão Social de São Paulo. São Paulo.


 
   
Moradia é central