Rio de Janeiro
 
 
 


 

Características do Centro do Rio de Janeiro

A área central do Rio é formada por 14 bairros, que compõem a Área de Planejamento 1 (AP1). A área vem perdendo população nas últimas décadas, mas concentra importantes atividades institucionais, de comércio e serviços, abrigando 20% do setor de serviços de toda a cidade.

As áreas mais antigas, protegidas como patrimônio histórico e cultural, concentram o uso residencial, com presença significativa de cortiços e favelas. A maioria da população - 64% - tem renda domiciliar de até 5 salários mínimos. As áreas com maior densidade populacional são o entorno da Praça da Cruz Vermelha e o Bairro de Fátima.

Os bairros envoltórios ao centro de negócios, também preservaram a função residencial, mas vêm perdendo população e dispõem de grandes áreas obsoletas ou subutilizadas.

A Lapa desponta como um grande centro de lazer e entretenimento, recebendo pessoas de diversos bairros e cidades da região metropolitana.
 

Dados:
1. 268 mil moradores (IBGE, 2000)
2. 31% das unidades não-residenciais da cidade estão no Centro (AP1) (Fonte: IBAM, 2008)
3. 54 mil unidades não-residenciais (Fonte: IBAM, 2008)
4. 20% das atividades de serviços da cidade estão no Centro (Fonte: IBAM, 2008)
5. 64% tem renda domiciliar de até 5 salários mínimos (IBGE, 2000)
6. 29% morava em favelas em 2000 (PCRJ, 2000)
7. 70 mil moradores saíram da área central de 1980 a 2000 (Fonte: IBAM, 2008)



 
   
Moradia é central