Fortaleza
 
 
 


 

Dinâmica de crescimento da metrópole

A região metropolitana é composta por 13 municípios e tem hoje 3,4 milhões de habitantes [1]. De 1991 a 2000 houve crescimento de 24,1%, que se deu de forma desigual nos municípios e bairros [2]. O município que mais cresceu foi Horizonte, com taxa de crescimento anual de 7%, passando de 18,2 mil habitantes para 33,7 mil. Em Fortaleza, 40 bairros perderam população, a maior parte deles em áreas providas de infra-estrutura [3].

O Centro perdeu de 5,9 mil moradores (19,2%). Já os bairros periféricos, como Lagoa Redonda, Jangurussu, Canindezinho e Lagoa de Sapiranga ganharam população, crescendo a taxas de mais de 10% ao ano [4].

Esse modelo de crescimento foi impulsionado pelo poder público que, desde a década de 1960, vem construindo conjuntos habitacionais em áreas afastadas. Simultaneamente, as classes médias e altas vêm se deslocando para novas central idades, como Maraponga, Parangaba e Montese.

Notas: [1] Dados IBGE, 2007; [2, 3 e 4] Dados IBGE, Censo 2000.



Dinâmica populacional de 1991 a 2000
dinâmica

Domicílios vagos
Domicílios vagos

Concentração de empregos
empregos

Fortalez centro

1. Centro de Fortaleza
- 5,9 mil habitantes saíram do Centro de 1991 a 2000

Foto: Gilvan Barreto
  Fortaleza periferia

2. Periferia: Jangurussu
- 10,16% foi a taxa de crescimento anual do bairro de 1991 a 2000
+36,8 mil habitantes o bairro ganhou nesse período
Foto: Prefeitura Municipal de Fortaleza


 
   
Moradia é central